segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

PhotoGraphein vai à Escola – Atividades com Arte Postal

Durante os meses de outubro e novembro, o projeto de extensão “PhotoGraphein vai à Escola”, vinculado ao Programa de Extensão Arte, Educação e Cidadania, realizou atividades com o objetivo de estabelecer a comunicação artística, através da Arte Postal, entre turmas de escolas distintas. Uma das escolas é a EMEF Joaquim Nabuco, localizada no bairro Areal, na cidade de Pelotas, cuja professora responsável pela turma é Amanda Corrêa, e a outra é a EMEF Pedro Carlos Peixoto Primo, situada na Querência, no Balneário Cassino, em Rio Grande, turma sob a responsabilidade da professora Xênia Velloso. Cabe destacar que ambas as professoras são pesquisadoras do PhotoGraphein – Núcleo de Pesquisa em Fotografia e Educação.

O tema proposto para estimular a produção fotográfica própria dos alunos foi o entorno da escola. As fotografias posteriormente foram usadas como base para a confecção dos postais junto a diversos materiais que estimularam a criação/expressão do aluno, assim como tecidos, papéis coloridos, figuras de revistas, dentre outros.

Os alunos do quarto ano da EMEF Joaquim Nabuco junto com a arte/educadora Amanda Corrêa e o bolsista do Photographein, Guilherme Sirtoli.

Na escola Joaquim Nabucco, em Pelotas, os alunos do quarto ano ficaram encantados com a ideia de poder se expressar através de imagens. Mesmo sendo relativamente jovens, foi interessante observar o senso de espaço que cada um possui. Uma das alunas disse aos colegas: “Não vamos mostrar só o que é bonito, mas tudo o que existe ao redor da nossa escola!”.

Uma das fotografias feitas pelos alunos do quarto ano da EMEF Joaquim Nabuco

Na escola Peixoto Primo, no Cassino, a atividade foi proposta para uma turma do oitavo ano da professora Xenia Velloso. Durante o primeiro encontro não foi possível realizar a saída fotográfica em função das condições climáticas. Sendo assim, no primeiro encontro foi proposto aos alunos que escolhessem temas para a elaboração dos postais através de colagem, e surpreendentemente o primeiro deles foi política. Os trabalhos explicitam a relação e o ponto de vista de cada um perante a atual situação política do país.

Alguns postais feitos pelos alunos do oitavo ano da EMEF Pedro Carlos Peixoto Primo, em Rio Grande.


A produção de fotografias foi realizada no segundo encontro, mostrando e dando enfoque para a praia, que fica a poucos metros da escola. Alguns alunos reclamaram da falta de apoio do município em pavimentar as ruas que cercam a escola e comentaram sobre o ligação forte que possuem com o mar, visto que o mesmo faz parte da convivência diária de cada um.


Algumas das imagens clicadas pelos alunos da Escola Peixoto Primo, mostrando a relação dos mesmos com a praia durante o segundo encontro da oficina.

A atividade foi de suma importância para realizar o intercâmbio entre as duas escolas, mostrando dois lugares extremamente distintos porém geograficamente próximos, um sendo no meio urbano de uma cidade e o outro nas margens do oceano. Os postais acabaram sendo uma forma de fazer os alunos encontrarem olhares similares aos seus perante um espaço diferente. A oficina aguçou o olhar de cada um e despertou o entusiasmo de desbravar um local novo por imagens.

A parte final da proposta será realizada no começo do próximo semestre, em 2017, quando serão enviados via correio os postais de uma escola para a outra, criando então o intercâmbio artístico através da Arte Postal. Após a chegada dos postais, realizaremos exposições em cada escola, exibindo os postais elaborados pelos alunos para as suas comunidades. 





sábado, 17 de dezembro de 2016

AÇÃO DE (RE) EXISTÊNCIA

No dia 31/10, o PhotoGraphein junto com o grupo do (RE)Existência UFPel realizou uma intervenção urbana com Lambes, no entorno do Centro de Artes. A proposta buscou dar visibilidade ao movimento de discentes/docentes/técnicos administrativos acerca das pautas levantadas pela universidade em seu momento de greve, ou seja, à PEC 55 (antiga 241) e a MP 476, que prejudicam não só a educação e a saúde, mas em especial o ensino das Artes nas escolas, assim como as disciplinas de Educação Física, Filosofia e Sociologia, essenciais a formação humanista das próximas gerações.

 Foto por: Lucas Machado